Connect with us

Polícia

Duas pessoas são presas acusadas de estupro, em União 

Um dos acusados, um vigilante, foi preso enquanto trabalhava em uma agência bancária. O outro, é um professor.

Nesta sexta-feira,10, a Policia Civil de União, durante a Operação Salvus Puellis (Meninas Salvas), deu cumprimento aos mandado de prisão preventiva para dois homens, um vigilante  e um professor, acusados de Estupro de Vulnerável. Os dois casos não possuem ligação. A Polícia não divulgou a identidade dos suspeitos.

Um dos presos é um segurança particular e foi preso enquanto trabalhava para uma empresa privada, dentro da Agência do Banco do Brasil de União. Segundo a Policia, M. S. de S. atentou contra a dignidade sexual de sua enteada, que é portadora de necessidades especiais (cadeirante), desde os seus 10 anos de idade. Atualmente, ela tem 12 anos.

Ela contou para o pai biológico e o caso chegou na delegacia. A mãe dela é alcoólatra e faz tratamento contra a depressão. Quando ela não estava embriagada, estava sob efeito dos remédios. Então a mãe não ficava muito tempo com a filha”, afirmou a delegada Jailza Gomes ao G1.

O outro preso, um professor de iniciais F. E. A. L,  é suspeito de estuprar a vizinha de 13 anos. De acordo com a delegada Jailza, o crime aconteceu no ano passado. A mãe viu a filha saindo da casa do homem e a questionou sobre o que teria ocorrido. A menina contou para a genitora e as duas foram até à delegacia realizar a denúncia.

 

Para denuncia anônima ligue (086) 99486 9440 – Polícia Civil de União. .

PUBLICIDADE

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias Destaques

Facebook

Polícia

Mais Acessadas