Connect with us

Destaques

Jogadora relata agressão por membros de time adversário após final do futsal, em União

Neste último sábado (09/07), aconteceram as finais do Unionense de Futsal no Ginásio de Esportes O Pindungão, em União. No masculino, Pedra de Fogo e Florbela; no feminino, Serjão e Estanhado; ambos decidiam em quadra quem seriam os campeões e vice-campeões no ano de 2022.

No entanto, depois do fim da partida do feminino, onde o Serjão foi campeão, após virar o jogo e vencer por 5 a 4, um incidente ocorreu nos bastidores.

A atleta do Serjão, Josiele, que marcou o gol da virada, contou que, ao se dirigir a uma sala que fica na lateral da quadra para buscar bolas, uma integrante da comissão organizadora do Estanhado a puxou e começou esmurrá-la. “Eu revidei para me defender nesta hora porque estava somente eu e ela; mas apareceram duas jogadoras do Estanhado para me segurar, enquanto as duas da comissão e uma outra jogadora me batiam; eram 5 em cima de mim. Elas grudaram no meu cabelo, foi quando dois meninos vieram me ajudar e eu já desmaiei por conta das pancadas na cabeça. Eu não consegui me defender muito porque tinha duas me segurando”, relatou Josiele que, ainda disse que, no momento das agressões, só conseguiu proteger o aparelho da boca. “Machucaram muito meu nariz. Antes de iniciar o jogo, fui ameaçada e uma das meninas falou que iria me quebrar todinha. Passei o jogo tentando me desviar dela”, contou.

Na imagem a seguir, é possível ver a camisa usada por Josiele, com manchas de sangue.

Camisa vestida por Josiele, com manchas de sangue, durante a agressão.

O Clique conseguiu contato com uma das jogadoras citadas na agressão e esta disse que não participou da confusão. “Eu estava lá fora, após o jogo, chorando. Eu tenho prova que estava lá fora; pessoas que estavam comigo me consolando. Só tenho isso pra falar; que a verdade apareça”, explicou a atleta do Estanhado.

Sobre a segurança no Ginásio , conversamos com o coordenador da mesa do campeonato, Costa, sobre o fato e este disse que o que aconteceu foi na saída dos times. “Eu estava lá na mesa e houve a agressão das atletas do Estanhado contra a do Serjão. O pessoal do Estanhado foi embora após o fato e foi registrado o BO pelo time do Serjão. Desde o início da competição, enviamos ofício para a Polícia Militar; eles iam sempre que pudiam, mas ontem no momento do ocorrido, eles não estavam. Eles estiveram antes e depois. Eu não vi a confusão, de fato. Mas a ambulância chegou e fez o atendimento e a levou para o hospital”, finalizou.

Suely Medeiros, dona do time Estanhado, conversou com o jornalismo do Clique União e diz lamentar essa situação no esporte. “O Estanhado contribuiu para o esporte feminino em União. Competimos porque gostamos de jogar e pregamos respeito. O que aconteceu ontem não representa o futebol feminino de União. Nós já ganhamos e perdemos e sempre soubemos comemorar com respeito às pessoas. Atitudes pós jogo, não condizem com o trabalho que o Estanhado desenvolve dia-a-dia”, finalizou dizendo que o time não desrespeita ou desrespeitou seu adversário e ressaltou que seu time não apoia tais atitudes pós jogo.

O caso teve boletim de ocorrência registrado junto à Polícia Civil do 20º Distrito Policial de União, onde consta o crime de Violência contra a mulher; contendo cinco supostas infratoras e uma vítima. O exame de corpo de delito (lesão corporal), também já foi requisitado.

O Clique União repudia qualquer forma de desrespeito no esporte; não apoia e lamenta o ocorrido.

Mais Acessadas