Connect with us

Polícia

Polícia estava há cinco dias na mata atrás de suspeitos mortos em confronto em Miguel Alves

Publicado

em

A Polícia Militar do Piauí divulgou mais detalhes da operação realizada no Município de Miguel que resultou na morte de um casal de suspeitos que teriam reagido a uma prisão na noite da última sexta-feira,04. Segundo a PM, as investigações duraram sete meses e operação cinco dias.  Em nota, a Polícia Militar deu detalhes do caso:

Após 07 meses de levantamento de informações da Inteligência do Batalhão e da PMPI, e após 05 dias de infiltração na mata, na noite desta sexta-feira, 05 de setembro, por volta das 23:00 horas, após resistirem a ordem legal de prisão de uma Patrulha da PMPI, para cumprimento de 02 mandados de prisão, vieram a óbito duas pessoas. O primeiro identificado como Antônio Aroldo Pereira Araújo, conhecido da mata, detentor de uma extensa lista de crimes como assaltos, roubos, tráfico de drogas e homicídios cometidos nos municípios de União, Miguel Alves, Lagoa Alegre, Nossa Senhora dos Remédios, Porto e Barras, bem como nos municípios maranhenses Duque Barcelar e Coelho Neto. A segunda pessoa, posteriormente identificada como sua parceira e braço direito no crime, conhecida como Bárbara, após intensa troca de tiros numa mata fechada numa subida de uma colina na localidade Pedreira Buritirana, zona rural do município de Miguel Alves.

APREENSÃO:
Com os criminosos foram apreendidos:
– 01PT’s cal. .40 SAX90635/02 carregadores/18 munições;
– 01 PT cal. 9mm registro suprimido/13 munições/02 carregadores; municiados cada arma;
– 160 sacolé de Maconha;
– 169 sacolé de Crack;
– 01 invólucro 0.58 g maconha;
– 01 invólucro 339.7g maconha;
– 01 invólucro 0.69g maconha;
– Balança de Precisão;
– 01 Motocicleta roubada Chassi NIE-0274 ;
– Dinheiro em torno de R$ 5.800,75.

Informações: ASCOM PMPI

Facebook

Notícias Destaques

Polícia

Mais Acessadas