Connect with us

Destaques

Aprovados em Seletivo de União dizem que ordem de classificação não está sendo respeitada

Um grupo de Técnicos em Enfermagem aprovados no Seletivo da Prefeitura de União aguardam convocação  e denunciam que uma candidata aprovada em posição inferior já foi escalada para plantão no Hospital de União, enquanto os primeiros colocados ainda não foram chamados. O grupo pretende levar o caso ao Ministério Público do Piauí.

De acordo com, pelo menos cinco aprovados no certame, uma candidata que ficou próxima à 30ª posição  vai começar a trabalhar como plantonista no Hospital de União no início do mês setembro. O Seletivo realizado em julho, através de Análise Curricular, para cadastro de reservas, teve o resultado definitivo homologado no final do mesmo mês com 88 candidatos.

A Comissão do Seletivo negou qualquer irregularidade e que algum novo funcionário tenha sido contratado recente. Disse, ainda, que a referida funcionária é de contrato antigo, já trabalha no local, não é celetista, e que se não estiver dentro das vagas que precisam, ela não ficará no quadro de funcionários.

“Ela não está como celetista, pois não colocamos ninguém. Nós vamos chamar rigorosamente pela ordem de classificação, respeitando as pessoas,  dando a publicidade e transparência que temos que ter, como gestão”, informou a Comissão do Seletivo.

“Não assinei contrato de ninguém que começa em setembro”, disse a Secretária de Saúde Elaine Melo. Ela acrescentou que, no início do ano, teve de manter os funcionários da gestão anterior devido à essencialidade do serviço, mas que todos irão sair agora se estiverem dentro das vagas usadas pelo Seletivo.

A Comissão do Seletivo informou que, até agora, foram chamados somente um fisioterapeuta e sete Técnicos em Saúde Bucal. A previsão é que os Técnicos em Enfermagem sejam convocados  na primeira quinzena de setembro para entrar na escala de outubro.

O Clique União entrou em contato por mensagem de aplicativo com a candidata citada na denúncia dos demais aprovados, mas ela negou ser ela ao telefone e não falou sobre o caso. Por segurança, o nome dos envolvidos ficarão em sigilo, pois, todos ainda guardam uma convocação para trabalhar.

PUBLICIDADE

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias Destaques

Facebook

Polícia

Mais Acessadas