Connect with us

Covid-19

Comércios poderão abrir para receber pagamentos a partir desta sexta (17)

Publicado

em

Durante reunião com comerciantes de União, na noite desta quinta-feira (16), pela plataforma online ZOOM, o prefeito Paulo Henrique determinou a flexibilização do comércio do município, iniciando com a abertura para recebimento de pagamentos, das 8h às 12h, com número de colaboradores e clientes reduzido a, no máximo, duas pessoas por vez, desde que estes adotem todas as orientações de higienização e distanciamento social exigidas pelos órgãos de saúde. A medida passa a ter validade a partir desta sexta-feira (17) e será publicada por meio de decreto municipal no Diário Oficial dos Municípios.

“Entendo a aflição de todos. Não tenho o intuito de prejudicar o comércio de União, pois sei o quanto ele contribui para o sustento das famílias em nossa cidade. Mas sou médico, sei da gravidade da doença. Por isso, temos que adotar as medidas de segurança e higienização necessárias para conter a pandemia do coronavírus. A vida, a gente não consegue trazer de volta, mas o trabalho conseguimos recuperar depois. Por isso, o que é possível no momento é a flexibilização no sentido de permitir a abertura apenas para pagamentos, especialmente aquelas empresas que possuem carnê próprio. Mas tudo isso tem que ser feito respeitando todas as orientações dos órgãos de saúde”, afirma o prefeito Paulo Henrique.

De acordo com o prefeito, novas medidas poderão ser tomadas no sentido de viabilizar o funcionamento do comércio de uma forma segura e gradual. “Estamos com a mente aberta. Mas vamos aguardar mais um pouco para tomar novas medidas sem desrespeitar o isolamento necessário que é tão essencial nesse momento”, explica Paulo Henrique.

Para o secretário municipal de desenvolvimento econômico e membro do Sindicato dos Lojistas, Francisco das Chagas Santos (França), a expectativa em relação à abertura de portas para pagamentos já consegue amenizar os problemas enfrentados pelos comerciantes durante a pandemia do coronavírus. “É importante nesse momento o comerciante abrir as portas pelo menos para receber os pagamentos. Sabemos da dificuldade de todos. Queremos que todos tenham saúde, mas também preservando o emprego de cada um. E o Dr. Paulo está sendo bastante sensato em ouvir a todos, além de responder às nossas expectativas de forma sensata e muito responsável”, afirma.

Para o comerciante Chagas, o principal pedido dos comerciantes é que fosse aberta uma porta dos estabelecimentos para pagamentos. “Queremos seguir as normas. Mas queremos a possibilidade de receber o que já tem vendido, para que não fique 100% fechado”, comenta.

Facebook

Notícias Destaques

Polícia

Mais Acessadas