Connect with us

Destaques

Confusão entre familiares, em Divinópolis, termina com apreensão de armas

A Polícia Militar de União informou que, durante um Patrulhamento de rotina, na noite deste último sábado, 31, por volta das 21 horas, no povoado Divinópolis, foi constatada uma briga envolvendo familiares no local.

Segundo a PM, os dois homens estariam armados e teriam fugido ao avistarem a viatura.

A guarnição localizou duas espingardas que, de acordo com a Polícia, estariam sendo utilizadas durante a briga. As duas armas foram levadas para a delegacia de União; ninguém foi preso.

Conversamos com uma parente dos dois homens envolvidos e ela contou detalhes do que aconteceu, desmentindo algumas falas da PM. A seguir o relato completo da mulher:

“Meu marido e meu padrasto estavam bebendo em um bar em Divinópolis quando meu marido tirou uma brincadeira com meu padrasto, aí meu padrasto não gostou ….falei que ia embora com meu esposo, no caminho de volta do bar pra casa do meu padastro vinha eu minha mãe e meus esposo, meu sobrinho e meu filho, eu com minha filha no colo, e eu grávida quando meu padrasto veio correndo e começou a bater no meu marido.
Eu separei eles, daí meu padrasto veio com uma espingarda pra atirar no meu marido eles se rolaram pelo chão de novo e meu marido pega uma barra de ferro e acertou na cabeça do meu padrasto, mas pra se defender, depois meu marido correu pra tentar fugir e meu padrasto me atingiu com um pedaço de pau,correu atrás de mim pra me bater.
Fui pra casa do meu avô e ele foi atrás, apontou a espingarda na minha cabeça.
Fugi pra casa da minha tia, meu padrasto continuou atrás de mim e da minha mãe.
Não aconteceu nada de grave pq minha irmã foi de táxi pegar eu, minha mãe e meu sobrinho e meus filhos.
Mas se ela não tivesse ido teria acontecido o pior.
Aí a polícia foi comigo retirar umas coisas minhas que tinham lá (roupas e uma moto) aí lá acharam uma das armas, e pegaram a outra na casa do meu avô; conduziram as duas armas pra delegacia, mas em momento algum meu esposo estava armado, só meu padrasto que queria me matar e matar meu marido. Meu padrasto não foi preso pq estava com um corte na cabeça; ele não fugiu e meu marido só saiu do local pra não morrer (SIC)”, contou.

 

 

Notícias Destaques

Facebook

Polícia

Mais Acessadas