Connect with us

Destaques

Em 2019, União foi o 3° município do PI com mais interrupções de energia por causa de pipas

Publicado

em

Nesse período de pandemia pela COVID 19, mesmo com as recomendações para manter o distanciamento social, a criançada acaba aproveitando o tempo livre para diversas brincadeiras e, uma delas, muito conhecida pelos piauienses, é a prática de empinar pipas, muito divertida, mas que também pode ser perigosa. É importante que as crianças não saiam de casa e mantenham o isolamento social necessário para evitar a contaminação pelo o Coronavírus, optem por brincadeiras que evitem a exposição nas ruas e que não causem ocorrências com pipas na rede de distribuição de energia.

 

O perigo aumenta nesse período devido às condições de fortes ventos, fazendo com que a pipa seja levada para bem próxima da rede elétrica e a linha se enrosque nos cabos de energia, interrompendo o fornecimento de energia elétrica e causando acidentes que podem ser até fatais. Quando esse tipo de acidente ocorre, pode afetar gravemente tanto quem está empinando a pipa, quanto a população em geral, que pode ficar sem energia ou ter algum dano nos eletrodomésticos.

A incidência de interrupções ocasionadas por pipas presas na rede elétrica tem sido frequente em todo o Piauí. Segundo dados da Equatorial Piauí, de janeiro a dezembro de 2019foram registradas 823 ocorrências com a causa de pipa na rede de distribuição de energia elétrica. Essas situações geraram interrupções no fornecimento, que prejudicaram aproximadamente 95 mil clientes em todo o Estado no ano passado.  De acordo com levantamento, as cidades mais afetadas por ocorrências de pipas na rede em 2019 foram:

Cidades com mais interrupções de energia causadas por pipas em 2019 

Trazendo esses dados para o período de pandemia, somente nos meses de março, abril e maio de 2020 foram registradas 108 ocorrências como estas, mesmo a população orientada a manter o isolamento por conta da Covid-19, prejudicando mais de 20.000 clientes. Além dos acidentes que podem ocorrer com a prática, a Equatorial Piauí assume os custos pelos danos nos equipamentos, pela alteração da programação e redirecionamento das equipes para o atendimento de emergência e limpeza da rede de distribuição. Equipes que estariam direcionadas a realizar manutenções e ações preventivas na rede elétrica. Para evitar interrupções e manter a segurança, a Equatorial Energia Piauí recomenda:

  • Solte pipa apenas em locais afastados da rede elétrica, em campos abertos ou parques; evite brincar perto de antenas, fios telefônicos ou cabos elétricos.
  • Nunca use fios metálicos nem papel laminado para confeccionar a pipa, eles são como condutores de energia e podem causar choques fatais;
  • Não use cerol. Além do risco de ferir ou mesmo matar, o cerol (mistura de cola com caco de vidro) costuma cortar os fios de alta e baixa tensão e podem machucar gravemente quem solta a pipa e outras pessoas ao redor. Vale lembrar que, o uso de cerol é proibido e constitui um grande risco para as pessoas. Ele pode provocar acidentes graves e fatais com pedestres, ciclistas e motociclistas;
  • Jamais utilize linha metalizadas, elas conduzem energia e aumentam o perigo de choques;
  • Prefira pipas que não precisem de rabiola, pois elas se prendem nos fios elétricos, desligando o sistema e provocando choques, muitas vezes fatais;
  • Em caso de relâmpagos, recolha a pipa imediatamente. Não solte pipas em dias de chuva (a pipa funciona como para-raios, conduzindo energia) ou vento muito forte, pois os fortes ventos, pois podem contribuir para as pipas se aproximarem dos fios energizados;
  • Se a pipa ficar presa nos fios elétricos, não tente retirá-las. Nunca use varas nem suba no poste para tirar uma pipa, o choque nestes casos é fatal;
  • Se a pipa cair em uma árvore que esteja tocando a rede elétrica, não tente retirar, pois o movimento dos galhos pode provocar curto-circuito e choques;
  • Não suba em telhados, lajes, postes ou torres para recuperar pipas;
  • Quando a linha encostar na rede elétrica, NUNCA tente desprender a linha, pois o risco de receber uma descarga elétrica é muito grande. Solte a linha imediatamente; se a pipa enroscar em fios, não tente tirá-la. É melhor fazer outra.

 

A Executiva de Segurança da Equatorial Piauí, Lívia Matos, orienta que “é de extrema importância que quem pratica a atividade, busque locais abertos e bem longe da rede elétrica e das subestações para as brincadeiras com pipas. Além disso, fica o alerta para que não utilizem cerol nas linhas, pois essa prática pode trazer consequências gravíssimas para todos, e prejudicar o fornecimento de energia em áreas essenciais que envolvem hospitais, por exemplo” alerta Lívia.

Em caso de ocorrências como a linha enroscar na rede elétrica ou a pipa ficar presa nos cabos, ou ainda situações de descarga elétrica, a Equatorial Piauí reforça para que as pessoas não tentem tirar a pipa ou a linha dos cabos energizados e entrem em contato com a Central 0800 086 0800 e informe o local com ponto de referência. A orientação é que as pessoas não se aproximem de fios e cabos, e que não toquem em pessoas que estejam em contato direto com a rede elétrica e liguem para o Samu no 192 e para a Equatorial.

Assessoria de Imprensa da Equatorial Energia Piauí

Facebook

Notícias Destaques

Polícia

Mais Acessadas