Connect with us

Covid-19

Estudante põe máscaras em estátuas de União para lembrar sobre prevenção ao coronavírus

Publicado

em

O estudante de vestuário e produtor de moda unionense, João Paulo, de 19 anos de idade, teve uma ideia para ajudar as pessoas a se conscientizarem sobre a importância do uso de máscaras em União no combate à proliferação do vírus Covid-19.

João Paulo pos máscaras nas duas principais estátuas (bustos) do município, na Praça Barão de Gurguéia e na Praça do Filinto Rêgo.

“Durante essa pandemia a máscara virou um dos itens essenciais para sair de casa, com isso estava na sala de casa assistindo o telejornal na globo e mamãe fazendo umas máscaras, daí pensamos juntos uma forma de concientizar as pessoas de nossa cidade a usarem máscara neste momento tão difícil que estamos enfrentando, então decidimos chamar atenção das pessoas colocando máscaras em duas estátuas que ficam localizadas nas principais praças da cidade. Com o uso das máscaras diminui a chance de contágio pelo novo coronavírus, sendo uma recomendação do Ministério da Saúde e da OMS. Sabendo que poderá ser tendência e tornar um item bastante importante nas nossas vidas é sempre bom lembrar as pessoas de nossa cidade que ao sair de casa usem máscaras para evitar o contágio da doença, fiquem em casa e saia só se for necessário”, explicou o estudante sobre a importância da proteção.

De acordo com o último decreto expedido pelo Governo do Piauí, é exigido o uso de máscaras de proteção facial por toda população em espaços públicos. A medida foi imposta por meio de decreto estadual assinado nesta quarta-feira (22) pelo governador Wellington Dias (PT), como medida de enfrentamento ao novo coronavírus.

“Será obrigatório o uso de máscara de proteção facial sempre que houver necessidade de sair de casa, deslocar-se por via pública ou permanecer em espaços onde circulem outras pessoas”, determina o decreto.

Conforme o decreto, fica determinado o uso de máscara de proteção facial, confeccionadas segundo as orientações do Ministério da Saúde. A máscara é de uso individual e não deve ser compartilhada entre familiares, amigos e outros.

No caso da população em geral, o governo recomenda o uso de máscaras artesanais, que podem ser confeccionadas, por exemplo, com tecidos de camisetas e elástico.

Já as pessoas com quadro de síndrome gripal em isolamento domiciliar e o seu cuidador mais próximo, devem continuar em casa usando, preferencialmente, máscara cirúrgica.

Segundo o governo, os fabricantes e distribuidores de máscaras para uso profissional devem garantir prioritariamente o suficiente abastecimento da rede de assistência e atenção à saúde e, subsidiariamente, dos profissionais dos demais serviços essenciais.

O decreto já entrou vigor na data de sua publicação e terá efeitos a partir do dia 27 de abril de 2020. As medidas permanecem em vigor até 30 de abril de 2020.

Com informações do G1

Facebook

Notícias Destaques

Polícia

Mais Acessadas