Connect with us

Destaques

Pontos alagados no Bairro São Pedro, em União, estão servindo como criadouros do mosquito Aedes aegypti

Diversos pontos próximos à Caixa D’água, no Bairro São Pedro, em União-PI, estão alagados devido às chuvas e por conta do acúmulo do líquido, quando a Agespisa faz a limpeza das caixas. Os moradores do Residencial contam que os locais estão servindo de criadouros do Aedes aegypti, mosquito transmissor dengue, zika vírus, chikungunya e outras doenças.

O Piauí registrou 10 mortes e 5.147 casos confirmados por dengue em 2022. Os dados são do Sistema de Informação de Agravos e Notificação.

Um dos moradores do residencial São Pedro contou ao Portal Clique União que as poças de água estão cheias de mosquitos. “Aqui perto da minha casa tem um buraco de água de mais ou menos uns 10 metros. Já fui na Secretaria de Obras tentar um trator para tampar o buraco mas não tive retorno. A Agespisa quando vai fazer a limpeza das caixas lá, libera água e desce todinha aqui pro rumo do residencial; aí fica acumulado durante vários dias”, explicou o unionense que ainda mencionou outros pontos com lama nas ruas e que várias pessoas já foram picadas pelo mosquito e adoeceram.

Antônio Carlos dos Santos, técnico de Vigilância Ambiental da Sesapi falou sobre como combater a Dengue e demais doenças causadas pelo mosquito.

“É importante que a população se sensibilize através da ajuda não só dos profissionais de saúde, mas também eles mesmos. É um problema de saúde pública muito sério. Muito importante porque estamos no período de chuvas, está encerrando, mas o pico epidemiológico é aqui. Todos têm que se mobilizar”, declarou o técnico.

O superintendente de Atenção à Saúde e Municípios da Sesapi, Herlon Guimarães, reforçou a necessidade de cuidados domésticos na prevenção a criadouros do Aedes aegypti, mosquito transmissor dengue, zika vírus, chikungunya e outras doenças.

“Nós já sabemos qual é o caminho: o trabalho do limpeza do ambiente doméstico. Sabemos que é nele que temos, pelo menos, 80% dos criadouros do Aedes Aegypti. Gaste 10 minutos do seu tempo para avaliar o seu ambiente doméstico, faça limpeza, evite acúmulo de água e de materiais que possam ser criadouros do mosquito. Essa é a principal ação para diminuir o número de mosquitos e fazer a prevenção da doença no nosso estado”, lembrou Herlon Guimarães.

Além de incentivar a prevenção doméstica nos municípios, a Sesapi encaminhou às Regionais de Saúde 4 mil litros do inseticida para ajudar a matar o mosquito. “No momento em que recebemos as este veneno, já enviamos as nossas regionais, por onde os municípios poderão fazer à solicitação”, explicou.

O veneno vem sendo aplicados por meio de carros de fumaça nos bairros de União, mas é importante a conscientização de toda a população no combate ao Aedes aegypti.

 

 

 

 

 

 

 

Notícias Destaques

Facebook

Polícia

Mais Acessadas