Connect with us

Cidade

Servidores Públicos de União participam da Paralisação Nacional da Educação

Em União, a manifestação foi voltada para assuntos locais.

Publicado

em

Mais de 140 municípios, incluído todas as capitais e o Distrito Federal, realizaram nesta quarta-feira,15, manifestações contra o bloqueio de recursos para a educação anunciado pelo Ministério da Educação (MEC). Os movimentos pelo Brasil foram organizados pelas centrais sindicais com os servidores parando suas atividades e indo para as ruas.

Em União, o movimento foi voltado também para assuntos locais como problemas em escolas e atraso no repasse da previdência. A Presidente dos Servidores Públicos Municipais de União, Lucélia Saraiva, disse que a manifestação se faz contra os desmontes sobre a aposentadoria e sobre os recursos do  Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação – FUNDEB, que é usado para os pagamentos de todos os servidores da área educacional.

Além disso, nós estamos aqui nos manifestando em relação ao desconto sindical que o atual gestor retirou. É um desconto opcional, autorizado pelo servidor individualmente e que ele vem colocando dificuldades em fazer esse retorno para a folha. Também, estamos trazendo pontos em relação à situação que se encontra algumas escolas do município, inclusive de escolas que estão paradas por falta de pagamento de água, uma é a Clívia (U.E Clívia Boavista) que parou por dois dias. Em David Caldas temos [Escola] Joana Maria que está em torno de 4 ou 5 dias parada e muitos pontos que fazem parte da pauta do Sindicato nesse contexto municipal”, explicou Lucélia.

A manifestação encerrou com uma caminhada da Praça de Eventos até a sede da Prefeitura com um ato de protocolo de pedido de reimplantação do desconto sindical.

No mês de abril a Prefeitura de União divulgou Nota de Esclarecimento sobre o caso. Segundo a nota, a medida tomada pela Prefeitura de União, e por vários outros municípios do país está acontecendo em decorrência da Medida Provisória Nº 873, publicada no dia 1º de março pelo Governo Federal.

PUBLICIDADE

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook

Notícias Destaques

Polícia

Mais Acessadas