Unionense é eleita vice-governadora do Piauí

A unionense Regina Sousa será a futura vice-governadora do Estado do Piauí. Atualmente, ela é senadora e foi eleita com o atual Governador Wellington Dias nas eleições 2018.
Nascida na cidade de União em uma família de 14 irmãos, Maria Regina Sousa, 68 anos, foi a primeira mulher a assumir o Senado pelo Piauí.

Filha do trabalhador rural Raimundo Sousa Miranda, já falecido, e da dona de casa Maria da Conceição Silva Miranda.

É fundadora da Central Única dos Trabalhadores no Piauí, da qual já foi presidente nacional, e militante sindical desde 1978. Formada em Letras com habilitação em língua portuguesa e língua francesa pela Universidade Federal do Piauí.

Tornou-se professora em 1971, primeiro do ensino fundamental, depois no ensino médio e na Universidade. Ingressou no Banco do Brasil em 1983, quando mergulhou na atividade sindical, onde conheceu seu grande parceiro político, Wellington Dias – atual governador do Piauí.
Sempre ao lado de Wellington, tornou-se presidenta do PT e coordenou as campanhas do amigo até tornar-se secretária de Administração do governo do Piauí, exercendo o cargo nos dois mandatos de Wellington à frente do Executivo Estadual. Foi presidente estadual do partido por seis vezes.

Nas Eleições estaduais no Piauí, em 2010, foi eleita primeira suplente de senadora. Atualmente, é presidente do PT no Piauí e em 1 de janeiro de 2015 assumiu o mandato de senadora com a eleição de Wellington Dias para governador do Piauí.

Em novembro de 2015, votou contra a prisão de Delcídio Amaral.

Em outubro de 2017, votou contra a manutenção do mandato do senador Aécio Neves mostrando-se favorável a decisão da Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal no processo onde ele é acusado de corrupção e obstrução da justiça por solicitar dois milhões de reais ao empresário Joesley Batista.

No Senado, realiza audiências públicas sobre direitos trabalhistas, terras indígenas e quilombolas, violência contra a mulher e a população LGBT, Previdência Social, combate ao racismo entre outros. É autora de vários projetos tramitando no Senado, dentre eles o que garante mais proteção social a crianças com pai ou mãe encarcerados, permite acervo de livros paradidáticos e de literatura infantil em salas de aula da educação infantil e dos cinco primeiros anos do ensino fundamental e o que garante transporte para mães e filhos recém-nascidos entre o local do parto e a residência, e da residência ao serviço de saúde para complementação de exames.

FONTE:www.reginasousa.com