Connect with us

Destaques

Amigos e familiares de mulher morta a facadas fazem manifestação contra feminicídio, em União

Amigos e familiares de Flaviana de Abreu Silva, de 27 anos, fizeram uma passeata pelas ruas de União, na tarde desta sábado (9), para pedir por justiça e pelo fim dos casos de feminicídio. Flaviana foi assassinada no último domingo (3). O ex-companheiro dela, Francisco Lucas Pires, foi preso em flagrante na segunda-feira (04).

Flaviana foi encontrada morta dentro de uma casa no conjunto Manu Veras, bairro São Pedro, na zona urbana de União. A casa é onde o suspeito pelo crime morava. A vítima estava em uma cama, com diversos ferimentos provocados por uma faca.

A manifestação começou por volta das 17h30. O grupo percorreu a Avenida Felinto Rego, e o trânsito ficou bloqueado durante a passeata. A Polícia Militar deu apoio à manifestação. Dezenas de familiares e amigos de Flaviana se juntaram a outras famílias de vítimas de feminicídio, que participaram da caminhada.

A irmã de Flaviana, Fabiana Abreu, participou da manifestação. Ela contou ao g1 que a família tem passado necessidades desde a morte de Flaviana, e recebeu ajuda de vizinhos e amigos, como cestas básicas.

Flaviana de Abreu era mãe de três crianças, de 8, 10 e 12 anos. Ela e a irmã, Fabiana, que tem dois filhos, dividiam a responsabilidade de cuidar das crianças.

O suspeito do crime, Francisco Lucas Pires de Oliveira, confessou o crime em vídeo, e afirmou que havia ferido uma ex-companheira, anos antes. Fabiana disse que a irmã e o suspeito tinham um histórico de violência, e que a vítima já havia sido agredida em outros episódios.

“Espero que a Justiça seja feita, porque o que aconteceu com minha irmã pode acontecer com outras mulheres que venham a se envolver com ele”, comentou.

 

Reportagem: G1

Notícias Destaques

Facebook

Polícia

Mais Acessadas