Connect with us

Destaques

Mais de 500 alunos da Unidade Escolar Barão de Gurguéia têm aulas suspensas por causa da falta de água

Publicado

em

A Agespisa de União abriu uma ordem de serviço e informou que durante a tarde de hoje (09), irá verificar os encanamentos a fim de solucionar o problema de falta de água da escola.

Atualizada às 11h55

A Unidade Escolar Barão de Gurguéia, localizada na rua Deoclécio Rêgo, centro de União, está há dois dias sem aula por conta da total falta de água no local.

Alunos contam que não há água nas torneiras e nem para beber e demonstram preocupação com o agravamento do problema, já que se aproximam os movimentados Festejos de Agosto e a escola fica próxima ao local onde acontecem as festividades, no Parque Beira Rio.

As aulas foram suspensas no fim da manhã de ontem, quinta-feira (08), em decisão da diretoria pela falta d’água. “Na segunda e terça-feira desta semana estivemos regrando a água. Na quarta, duas caixas d’água secaram e a terceira estava pela metade. Ontem, os bebedouros secaram totalmente e reduzimos os horários de aulas do turno da manhã e à tarde já foi impossível haver aula”, relatou a diretora da escola, Andreia Rodrigues.

A UEBG é de responsabilidade do Governo do Estado do Piauí, através da Secretaria de Estado da Educação (Seduc) e conta com 3 caixas d’águas e 3 bebedouros para suprir as necessidades básicas de 508 alunos, fora os funcionários.

Entramos em contato com a Agespisa em Teresina para esclarecimentos sobre o problema e seguimos aguardando alguma resposta.

A Agespisa sobre a falta de água em União

A falta de água em União vem sendo uma questão recorrente e corriqueira. Há 4 semanas, fizemos uma matéria após reclamações de moradores do Vila Nova Conquista, Bairro São Pedro, Bairro São Sebastião, Bairro São Judas, Rua 7 (centro), Loteamento Pierote, Conjunto Francisco Narciso, Residencial Santa Helena, Bairro São Francisco, Residencial José Marin.

Na ocasião, procuramos a Agespisa de União e nos informaram que a situação seria resolvida com a troca da Bomba da Estação de Tratamento por uma maior, pois esta seria insuficiente para suprir a necessidade de todos os bairros unionenses.

Já a Agespisa de Teresina, a Sede, desmentiu, em nota ao Clique União, que o problema não seria esse, já que as bombas do sistema são adequadas para o sistema e suficientes para suprir a demanda da cidade. Eles disseram que iriam realizar uma vistoria para detectar o que estaria causando o problema para, assim, regularizar o fornecimento de água.

Hoje (09), uma leitora do Clique enviou uma mensagem em agradecimento a uma outra matéria que fizemos sobre várias regiões da zona urbana de União, onde populares relatam a falta de águas nas torneiras que já durava mais de uma semana.

Após 10 dias, o fornecimento de água no Residencial Santa Helena foi regularizado após a denúncia.

A Prefeitura sobre a falta de água em União

O prefeito de União, Dr. Paulo Henrique, esteve em reunião com o Diretor Presidente da Agespisa, Genival Brito de Carvalho, nesta última segunda-feira (05). A pauta foi o abastecimento de água em União, onde o gestor solicitou ao presidente uma atitude no sentido de melhorar o abastecimento, o mesmo informou sobre o envio de uma equipe até o município.

“O objetivo é averiguar todas as solicitações da população e resolve-las definitivamente. Nosso abastecimento precisa ser melhorado, pois a cidade vem crescendo e as demandas aumentando. Então fomos até lá cobrar e fomos atendidos. Acredito que nos próximos dias já teremos uma diferença”, citou o gestor.

Dr. Paulo informou que a gestão tem buscado soluções para que o problema seja definitivamente resolvido.

Facebook

Notícias Destaques

Polícia

Mais Acessadas