Connect with us

José de Freitas

Suspeito de participar do assalto ao banco de Miguel Alves é preso em perseguição policial

Uma pessoa foi presa após uma perseguição policial no município de José de Freitas, após roubar um veículo em Miguel Alves e  fugir com a vítima como refém. O homem rendeu o dono de uma casa na localidade São Romão, colocou a vítima dentro do próprio carro e seguiu sentido a Rodovia PI 112. O dono do veículo, um fiat uno vermelho,  se jogou do carro antes de chegarem na rodovia e o bandido seguiu viagem em direção à cidade de Miguel Alves.  (atualizada em 08/12/2020). 

De acordo com a Polícia Militar de Miguel Alves, na manhã desta terça-feira,27, eles foram informados que um veículo fiat vermelho foi tomado em um assalto na região da Sambaíba, zona rural do Munícipio. Ainda segundo a PM de Miguel Alves, em seguida, o assaltante abandonou o carro, pegou outro e fez a motorista de refém.

Durante a perseguição um ciclista foi atropelado e morreu. A polícia suspeita que o homem preso tenha ligação com o grupo que explodiu uma agência bancária na cidade de Miguel Alves na madrugada do dia 04 de outubro.

Durante a perseguição policial, o suspeito atropelou um ciclista e o veículo virou na localidade Simpatia, já no município de José de Freitas.  Segundo o Secretário de Segurança do Piauí, Coronel Ruben Pereira, a vítima do atropelamento morreu no local, o suspeito que agia sozinho foi preso e a refém liberada.

O Secretário de Segurança disse que todos os suspeitos do assalto ao Banco do Brasil de Miguel Alves já foram identificados e as buscas continuam para prendê-los.

Entenda o caso

Na madrugada do último domingo homens explodiram a parte interna de uma agencia bancária no município de Miguel Alves e fugiram levando dinheiro e reféns. Os suspeitos estavam fortemente armados, mas os reféns foram liberados logo em seguida sem ferimentos. Dois veículos foram queimados na zona rural de União. A Polícia faz buscas na região com ajuda de drones e helicóptero.

Na segunda-feira,05, familiares  deram como desaparecido um homem que saiu de casa para trabalhar na roça na localidade Santiago e não retornou para casa. A família suspeitava que ele estaria em poder dos assaltantes que fugiam da Polícia após assaltarem um banco em Miguel Alves.

Na madrugada desta quarta-feira, 14, um homem foi morto em troca de tiros com a Polícia na localidade São Romão, zona rural norte de União. Segundo a Polícia Militar, o homem é um dos envolvidos no assalto ao Banco do Brasil de Miguel Alves. Não há informações sobre a identidade do suspeito morto.

Na manhã deste sábado,17, o  delegado Tales Gomes, Coordenador do Greco, confirmou ao Portal Clique União que um dos policiais foi baleado na perna e disse que mais policiais foram enviados para a região.

Um homem morreu na noite do sábado,17, após ser baleado no Povoado Matões, zona rural de Miguel Alves, onde policiais fazem uma operação na busca por suspeitos de explodirem uma agencia bancária da cidade de Miguel Alves. A vítima foi Walvestre Mendes, 25 anos, que morava no próprio povoado e não era suspeito. Ele teria sido baleado por um policial após não obedecer uma ordem de parada.

 

 

Notícias Destaques

Facebook

Polícia

Mais Acessadas