Connect with us

Destaques

Polícia Federal e CGU dão detalhes da Operação Delivery em União

Publicado

em

Delegados da Polícia Federal e a Superitendência da Controladoria Geral da União no Piauí deram detalhes da investigação que prendeu, preventivamente, cincos pessoas suspeitas de envolvimento em compra de livros fraudulenta para o Município de União. A prisão preventiva, em regra, é usada durante as investigações quando  já se tem a certeza do crime, mas ainda buscam a autoria.

Segundo a Polícia Federal, o Secretário de Educação, Marcone Martins, é um dos presos na Operação. Além dele, o vereador Franklandy Medeiros (PSD) e mais três pessoas foram presas. A Polícia não divulgou nomes dos demais presos.

Em União foram presos o Secretário de Educação e mais dois funcionários da Prefeitura. O vereador estava em Teresina no momento da prisão e no Ceará foi presa uma empresária.

Confira detalhes da Operação no vídeo:

Em nota, a Prefeitura de União informou que o então secretário de Educação do município, Marcone Martins da Silva, foi exonerado ontem(11 de maio) em virtude do mesmo ter se tornado o alvo principal de denúncias de desvio de recursos originários, supostamente, de licitação e compra de material didático. Segundo a PMU, a ação foi justamente para que o mesmo se apresentasse às autoridades policiais e judiciais e expusesse sua defesa.

A Câmara Municipal de União informou que, enquanto Poder Constituído, é de acordo com as investigações das autoridades policiais, primando pela punição dos culpados, sendo favorável que o desenrolar do caso seja realizado com a maior brevidade possível, esclarecendo todos os fatos, trazendo à tona, toda a verdade que a sociedade deve saber.

A defesa do vereador disse que, no momento, não vai se manifestar, mas posteriormente, sim.

Facebook

Notícias Destaques

Polícia

Mais Acessadas